Orelha em abano

Procedimento confere harmonia visual ao rosto

Cirurgia que consiste na remodelagem das orelhas, quando estas encontram-se abertas. Essa cirurgia só deve ser feita após os seis anos de idade, pois antes dessa fase, o órgão ainda está em formação. Além disso, via de rega, a criança demonstra vontade de corrigir o problema quando passa a frequentar a escola, pois o fato chama a atenção dos colegas e pode vir a ser motivo de zombaria.

Cuidados

O procedimento é feito com anestesia local, associada ou não à sedação. O paciente tem alta logo a seguir, em aproximadamente três horas. Os cortes são pouco perceptíveis e ficam atrás da orelha. Durante cinco dias, o paciente terá que usar um capacete de faixa crepom para proteger a região operada; depois, uma bandagem elástica na cabeça durante 24 horas, por cerca de 15 dias, retirando-a apenas para tomar banho. A bandagem é semelhante a uma faixa de enfeite de cabelo, sendo vendida em várias cores. O paciente pode retornar às atividades normais em uma semana, tendo o cuidado de não praticar nenhum exercício que faça pressão sobre a área operada, e não pode dormir de lado antes de completar 30 dias da cirurgia.