Circunferencial

Cirurgia delimitada à região do abdome e costas

Frequentemente empregada no tratamento das deformidades da região do tronco e abdome, também chamadas de deformidades circunferenciais, esta cirurgia é indicada para pacientes que apresentam flacidez na região ântero-lateral do abdome e póstero- lateral do tronco.

Trata-se de um procedimento cuja técnica cirúrgica abrange de forma localizada todo o contorno corporal, na altura do abdome, tronco e quadris. Por se tratar de regiões centralizadas, as partes próximas e circunvizinhas têm como ser trabalhadas, a exemplo das costas e das coxas.

A cirurgia circunferencial é a associação entre abdominoplastia e dorsoplastia, sendo, em muitos casos, associada também à lipoescultura, possibilitando resultados estéticos muito positivos. O procedimento ameniza a flacidez e a celulite do abdome, das coxas e das costas, além de levantar o glúteo.

Cuidados

Os cuidados pós-operatórios são semelhantes a uma cirurgia de abdome, em que o paciente precisa manter o corpo curvado durante 10 dias, aproximadamente. Ao andar, as palmas das mãos devem encostar nas coxas. A coluna voltará ao normal gradualmente, entre 15 e 20 dias.

A cinta compressiva é indispensável nessa cirurgia, sendo colocada no paciente quando este ainda está dentro do centro cirúrgico.

Os pontos são retirados entre 7 e 10 dias. Assim como na abdominoplastia, a cirurgia circunferencial também depende, em grande parte, da drenagem linfática, que deve ser iniciada entre 2 e 3 dias após a cirurgia.

Atividade física

De um modo geral, entre 20 e 30 dias após a cirurgia, o paciente estará em condições de dirigir, voltar ao trabalho e começar a caminhar, sem correr. Atividades mais pesadas, como natação e musculação, são liberadas depois de três meses, tempo que o paciente leva para se recuperar por completo.